Design de Interiores, como divulgar?

Respondendo ao contato de Ana Angelica Chiodi Ugarte

Ola Maria DI Moura,
adorei seu site, bastante informativo para os profissionais e para pessoas que como eu tem muita vontade de se tornar designer. Gostaria de saber se a atividade do designer se dirige muito ao eixo Rio-São Paulo, ou o mercado ja esta bem expansivo para outras regiões do Brasil. Resido em Manaus, e não vejo muitos profissionais da area, mais arquitetos, como me destacar no mercado.

Bjs, continue com este site maravilhoso.

Obrigada pela visita e pelos elogios, Ana

É fato que a região sudeste é a mais aquecida do país, infelizmente, pois isto é puro reflexo da desigualdade na distribuição de riquezas do terceiro mundo! Eu acredito neste país, e não podemos considerar que tudo se resume nisso e desistir assim, não é?
O Brasil está mudando sim, temos muitas coisas lindas evoluindo nos vários cantos deste país! Arte, literatura, esportes , política e por que não na construção civil?
Eu posso ver inúmeros nichos de possibilidades por todos os lados, com dedicação, podemos melhorar este quadro sim, todos os dias!

Eu considero que o trabalho e objetivo do Designer de Interiores complementa o trabalho do Engenheiro e pode complementar também o trabalho daquele Arquiteto que por opção , não se concentra nas necessidades do conforto do espaço interior.
Há uma diferença considerável nas atividades e abrangências das credenciais e habilitações destes profissionais.
É importante conhecer estas diferenças e limitações nas habilitações credenciadas por cada uma destas profissões.
Elas são sérias e demandam grande responsabilidade! O estudo do ambiente, otimização da área e conforto para cumprir seus objetivos, demanda tempo e abrange enfoques diferentes de um projeto estrutural.  Estes  são pontos convidativos para uma parceria entre design de interiores e arquiteto/engenheiro!

Eu pensei em algumas sugestões para  você que já é designer e exerce esta profissão.
  1. Efetuar parceria com engenheiros ou arquitetos que não exerçam a mesma atividade que você, é bastante simbiótico!
  2. Observar casas à venda, novos empreendimentos, oferecer seus serviços nestes locais.
  3. Manter seu network aquecido, não deixando de lado, colegas ou amigos do passado, os contatos oriundos do seu parceiro e  familiares.
  4. Utilizar das redes sociais! LinkedIn ( resgata contatos acadêmicos e profissionais com recomendações) Twitter (resgata contatos nem sempre conhecidos, eternamente antenados! Demonstra se seus posts são interessantes!)  Facebook (resgata contatos sociais, amigos e conhecidos em muitos graus) e assim, todos saberão o que você está fazendo e o que você oferece profissionalmente!
  5. Filiar-se  a Associação Brasileira de Designers! A ABD promove muitos encontros que facilitam a ampliação de sua network e detecção de parcerias. Eles também levam a  palestras e fóruns, por todo o Brasil e têm uma boa visão das realidades regionais.
  6. Se cadastrar no http://www.adforum.com.br,  eles fazem debates muito interessantes por todo o Brasil e têm uma boa visão das realidades regionais.
  7. Montar um blog ou site, e publicar no Google AdWords enfatizando a sua região como foco de procura de clientes.
  8. Convido-a se  ingressar no grupo do Facebook, Design de Interiores – Grupo de Evolução Profissional e Parcerias, neste grupo você participará das discussões e terá acesso a uma sugestão de um contrato de parcerias.
  9. Ler o artigo Diferenças entre Decorador, Designer de Interiores e Designer de Ambientes –  LD&DA Paulo Oliveira -2008 e no grupo do facebook a discussão sobre os cursos técnicos e superiores, dependências de credenciais dos outros profissionais.
  10. Pesquisar muito! É através da clareza e do conhecimento que você estará “antenada” com as oportunidades!

 

Espero ter ajudado!

Boa sorte!

 

Maria DI Moura

Be Sociable, Share!

Comments are closed.

line
Desenvolvido e hospedado pela AmazingWorks